Destino Tropical: Four Seasons Maldives

Outro dia alguém me disse na brincadeira: “Vamos para o Four Seasons Maldives na nossa lua de mel!”. Não, eu estou beeeem longe de me casar, mas a ideia pirou a minha mente de tal maneira que, 1) eu aceitaria casar com essa pessoa sem nem hesitar, 2) preciso compartilhar sobre o local com alguém.
5210387723_a1b9889a85_o

Vamos começar pelo começo: as Maldivas são um arquipélago no oceano Indico, a sudoeste do Sri Lanka. Pra chegar lá, saindo de São Paulo, é preciso pegar um vôo até a capital Malé.

8687784327_62360a30ac_o

O Four Seasons Maldives é dividido em três “resorts” nas ilhas. Um em Kuda Huraa, que fica a mais ou menos 25 minutos de barco, de Malé, um em Landaa Giraavaru, que fica de 30 a 45 minutos de avião do aeroporto de Malé e outro que é um catamarã de luxo que fica navegando entre as ilhas. Dá pra dividir o itinerário entre os três resorts ou escolher ficar em um só.
cq5dam.web.1280.720Chegando no resort você pode escolher sua acomodação entre um dos bangalôs no meio do mar ou umas suítes no resort.

cq5dam.web.1280.720 (2)      cq5dam.web.1280.720 (1)

É até meio desnecessário dizer que existem milhaaaaares de coisas para fazer nas ilhas, incluindo mergulho, snorkel, surf, yoga, massagens, etc, ou simplesmente relaxar na piscina de frente para o mar e esquecer da vida.

cq5dam.web.1280.720 (3)       cq5dam.web.1280.720 (4)

Destino pra fazer qualquer mulher, a mais feliz do mundo né?

fotos: do site do Four Seasons

Anúncios

Como levar uma vida tropical morando em São Paulo – parte 2

Continuando a saga… mais algumas dicas pessoais de como levar uma vida mais light nessa capital do caos.

6. Medite!
É clichê, eu sei, mas funciona! Quem aí já fez o teste? Não vale meditar uma vez na vida e achar que não deu resultado. Precisa ter disciplina, meditar todo dia, acalmar a mente… eu costumo fazer isso antes de dormir – e pego no sono no meio do caminho, claro. Simplesmente deito na minha cama em uma posição confortável e me concentro na respiração, esvaziando a mente. Vou contando… inspira, expira, 1…. inspira, expira, 2… se a mente vaga e se perde em pensamentos eu volto pro começo: Inspira, expira, 1…. e assim vai. Desafio vocês a chegarem no 10 de primeira! É difícil… mas aí você começa a perceber… “Nossa, as coisas estão se ajeitando… Nossa, eu lidei bem com tal problema…” e eu não garanto que é 100% culpa da meditação, mas que ela ajuda a manter corpo e mente em equilíbrio no meio dessa loucura, ô se ajuda.

7. Dê alguns mimos para a sua casa.
Vão ter aqueles dias em que você não vai ousar querer sair de casa. Seja porque o transito está caótico, porque você tá com preguiça de pegar fila, porque não quer gastar dinheiro, porque tá chovendo e frio. Se fugir da cidade não é uma opção, o que te resta é aproveitar o dia no aconchego do seu lar. E pra ficar mais aconchegante ainda, porque não uns mimos para sua casa? Quadros bonitos, perfume de ambiente, um travesseiro de primeira qualidade e um edredon gigante e macio vão deixar os seus dias em casa ainda mais gostosos, já que é isso o que te resta.
pi8. Encontre amigos surfistas. Ou um namorado.
É sério. Eles vão querer ir pra praia todos os finais de semana surfar e você aproveita pra desestressar a mente de frente para o mar enquanto toma um sol e uma água de côco.

surf9. Saia pra jantar em um dos zilhões de restaurantes bacanas da cidade.
Mas faça isso de segunda a quinta, de noite, pra não correr o risco de pegar muita fila. Uma das melhores coisas que São Paulo tem a oferecer são restaurantes deliciosos de todos os tipos. Convide uma amiga, sua irmã, um gatinho e vá jantar. A comida boa, o ambiente e a companhia agradável vão te fazer esquecer – ainda que por poucas horas – que você vive numa cidade louca.

Acho que por enquanto é isso… se eu descobrir mais alguma técnica pra espairecer nessa cidade, volto pra contar!